#26 Motivação – Parte 2

#26 Motivação – Parte 2

Hoje continuaremos falando sobre motivação, e mais especificamente a Teoria da Autodeterminação, conceito criado por Edward Deci e Richard Ryan, dois dos mais importantes pesquisadores sobre motivação de todos tempos.

Segundo esses dois cientistas, autodeterminação é o ato de escolher e decidir por si mesmo, e de iniciar ações por vontade própria. Conforme já abordamos no post anterior, a teoria não desconsidera a tradição behaviorista que dominou a pesquisa sobre motivação por décadas, isto é, a ideia de que o ser humano se motiva apenas por respostas a estímulos: prêmio ou punição. Mais do que isso, a autodeterminação considera que possuímos também demandas internas poderosas, que não dependem de outros estímulos. Sabe aquelas coisas que você faz simplesmente porque ama, independentemente de qualquer retorno que tenha com isso? Pois bem, é disso que se trata.

Esse tipo de motivação espontânea é chamado de MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA. Segundo Ryan e Deci, há 3 diferentes naturezas de atividades que geram esse impulso. A primeira trata das atividades INTERESSANTES, ou seja, você faz de livre vontade aquilo que te desperta interesse e paixão. A segunda diz respeito às atividades DESAFIADORAS, isto é, aquilo que vai te desenvolver e desafiar para que possa utilizar todo o seu talento. A terceira natureza é a das atividades PRAZEIROSAS, aquelas que você faz simplesmente porque são agradáveis.

A melhor parte dessa descoberta é que temos um apontamento claro sobre os tipos de resoluções que, se assumidas, nos manterão sempre motivados e satisfeitos. Basta que sejam interessantes, desafiadoras ou prazeirosas para você. Ou os três ao mesmo tempo!

Para que você não dependa apenas de bônus ou ônus para ter boas razões de agir, e garantir um ano mais engajado com o que importa mais, não deixe de assumir em 2017 metas intrinsicamente motivadas. Topa? Então pegue papel e caneta que as perguntas abaixo te ajudarão nessa reflexão.

1) QUAIS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS QUE VOCÊ DEVERÁ IMPLEMENTAR PARA QUE A SUA VIDA EM 2017 SEJA MAIS CONGRUENTE COM O QUE REALMENTE DESEJA PARA SI? QUAIS TAREFAS DEVERÁ SE EMPENHAR E QUAIS HÁBITOS TERÁ DE MODIFICAR? O QUE JÁ PODE SER IMPLEMENTADO E O QUE DEVERÁ SER TRABALHADO AO LONGO DO TEMPO? QUANTO TEMPO? SEJA ESPECÍFICO.

2) TORNE-AS INTERESSANTES
(Quais aspectos dessas mudanças parecem interessantes para você? O que está de acordo com seus gostos e habilidades? Elabore uma estratégia para potencializar os interesses que essas atividades te despertam.)

3) TORNE-AS DESAFIADORAS
(O que realmente te desafia nessas tarefas? Qual a importância de superar esses desafios? Que ganhos te trarão essa superação? De que forma pode utilizar os seus talentos para superar esses desafios? Como pode se desenvolver cumprindo essas metas? Elabore uma estratégia para isso.)

4) TORNE-AS PRAZEROSAS
(Quais são os aspectos mais chatos ou desagradáveis das tarefas levantadas? Como você pode transformar em algo mais prazeroso e divertido? Faça um brainstorming de possibilidades e elabore uma estratégia para isso.)

Parabéns por nos acompanhar até aqui! Em nosso próximo post continuaremos falando sobre o que nos motiva, mas desta vez extrinsecamente. Em outras palavras, como nos estimular com aquelas atividades que temos de fazer, mas que não nos trazem satisfação? Interessado? Então acompanhe nosso post de amanhã, e não deixe de comentar aqui o que achou dessa estratégia 🙂

Deixe uma resposta