#20 Gerenciando sua energia espiritual

#20 Gerenciando sua energia espiritual

Você tem clareza das reais razões que te levam a querer estabelecer objetivos para o ano novo? Que sentido a concretização das metas traçadas para 2017 lhe trará? Sem uma resposta clara a essas perguntas, talvez o seu plano de resoluções caia no vazio, ou sequer haja motivação suficiente para seguir em frente e encarar as eventuais dificuldades que surgirem. É disso que trata a energia espiritual, o tema do vigésimo dia do nosso desafio de 30 dias, período em que publicamos uma estratégia diária para ajudar com suas resoluções de ano novo.

Hoje abordaremos pela última vez nesta série o tema da gestão de energia a partir da proposta de Tony Schwartz e Jim Loher, autores do best-seller “The Power of Full Engagement”. Segundo esses especialistas, tempo é um recurso finito e não pode ser recuperado. Já energia, que é o trabalho que você executa no tempo, é um recurso manipulável e renovável.

Nosso objetivo é promover uma reflexão sobre a energia que você deverá dedicar às metas programadas para 2017, a partir de 4 fatores. Nos posts anteriores já tratamos dos três primeiros: a energia física (quantidade) no dia 17, energia emocional (qualidade) noa dia 18 e energia mental (concentração) no dia 19. Hoje falaremos do último deles, a energia espiritual.

ENERGIA ESPIRITUAL

A energia espiritual diz respeito ao sentido que damos às coisas ou, se preferir, ao propósito da vida. Essa é a fonte mais poderosa para a nossa motivação, direção ou perseverança. É importante não confundir a energia espiritual com a prática de uma crença religiosa. Embora muitas pessoas possam trabalhar e renovar sua energia espiritual a partir de uma fé ou religião, isso não vale para todos.

Na verdade, a energia espiritual independe da fé particular de cada um, e diz respeito a uma conexão com nossos valores mais profundos (vide o dia 10 desta série) e com a atribuição de um significado maior para a vida e nosso papel no mundo.

A energia espiritual também está relacionada à produção de um legado, ou seja, à percepção de que suas metas possuem um propósito maior do que os interesses meramente individuais. No contexto das resoluções de ano novo, percebemos que os objetivos que trarão completude e significado para 2017 serão justamente aqueles condizentes com o que você mais preza e que darão sentido e propósito à sua vida. Segundo Schwartz e Loher, as pessoas que consideram realmente importantes as metas a que se dedicam, sentem mais energia positiva, têm maior concentração e mostram maior perseverança.

Assim como já vimos quando tratamos da energia física, emocional e mental, os autores sugerem quem criemos alguns rituais positivos, isto é, pequenos hábitos para aumentar e renovar a energia, e que se tornam automáticos com o tempo. No caso da energia espiritual, esses rituais se dão em três categorias. A primeira consiste em fazer no trabalho aquilo que você faz melhor e mais gosta de fazer. A segunda trata de reservar conscientemente tempo e energia para áreas da vida que você considera mais importantes. E por fim, viver o dia-a-dia segundo seus valores básicos.

Sugerimos que considere essas categorias ao pensar em suas metas para 2017. Caso não possa implementá-las integralmente, procure estabelecer estratégias para fazer isso ao menos parcialmente. Topa o desafio? Então pegue papel e caneta e responda às perguntas abaixo, que deverão auxiliá-lo em suas reflexões sobre sua energia espiritual:

1) QUE OBJETIVOS VOCÊ PODE ADOTAR EM 2017 PARA MANTER SUA ENERGIA ESPIRITUAL SEMPRE ELEVADA E RENOVADA? FAÇA UM BRAINSTORM ANTES DE DECIDIR, LEVANTANDO POSSIBILIDADES. PARA AJUDAR EM SUA REFLEXÃO, CONSIDERE OS TÓPICOS ABAIXO:

  • TEMPO NO TRABALHO PARA FAZER O QUE FAZ DE MELHOR E MAIS GOSTA
  • LACUNAS ENTRE O QUE VOCÊ DIZ E O QUE CONSIDERA MAIS IMPORTANTE
  • IMPORTÂNCIA REAL DAQUILO EM QUE VOCÊ ALOCA MAIS TEMPO E ENERGIA
  • O QUE INFLUENCIA MAIS AS SUAS DECISÕES: DEMANDAS EXTERNAS OU SENSO DE PROPÓSITO
  • INVESTIMENTO DE TEMPO E ENERGIA PARA FAZER DIFERENÇA POSITIVA AOS OUTROS E AO MUNDO

 

2) ESCOLHA DE 1 A 3 ESTRATÉGIAS ENTRE AS LEVANTADAS NA QUESTÃO ANTERIOR, QUE FUNCIONARÃO MELHOR PARA VOCÊ. NÃO DEIXE TORNÁ-LAS BEM ESPECÍFICAS, COMO VISTO NO DIA 10 DE NOSSA SÉRIE.

3) ESTABELEÇA UM PLANO PARA COLOCÁ-LAS EM PRÁTICA EM 2015.

4) VOCÊ ESTÁ 100% COMPROMETIDO? CASO CONTRÁRIO, O QUE FARÁ PARA CHEGAR A 100%?

 

Que tal reler agora nossas postagens anteriores sobre esse tema para revisar e consolidar os conhecimentos sobre energia física, emocional, mental e espiritual? Começamos a tratar de gestão de energia no dia 16 do nosso desafio de 30 dias. Com esse conteúdo, concluímos nossa pequena série sobre a tese de Schwartz e Loher direcionada às resoluções de ano novo, o que você achou dessa abordagem? Compartilhe nos comentários aqui com a gente! No próximo post traremos um novo conteúdo imperdível para que possamos fazer de 2017 o melhor ano de todos!

 

 

Deixe uma resposta