#16 Gerencie sua energia e NÃO tempo!

#16 Gerencie sua energia e NÃO tempo!

Você é daqueles que enxerga dificuldades para realizar suas resoluções de ano novo por causa da falta de tempo? Então que tal gerenciar a sua energia ao invés do tempo em 2017? Este é o tema da estratégia de hoje, a 16ª do nosso desafio de 30 dias.

Quaisquer que sejam as metas que você esteja programando em 2017, evidentemente precisará dedicar um tempo para isso. E para dar conta das novas metas sem abrir mão das demandas que já possui, terá de gerenciar o seu tempo, certo? Bem, não é exatamente o que pensam Tony Schwartz e Jim Loher, autores do best-seller “The Power of Full Engagement”.

Possuindo larga experiência em performance esportiva a partir de gestão de energia com base científica, e tendo trabalhado por anos com atletas de alto rendimento e medalhistas olímpicos, os autores propõem um programa semelhante voltado a executivos para transformá-los em verdadeiros atletas corporativos. Evidentemente as ideias de Schwartz e Loher se estendem a todas as pessoas que são muito ocupadas, mas têm objetivos a alcançar; ou para os que precisam ampliar sua performance pessoal. Ideal para quem deseja ter um 2017 muito produtivo, não?

O princípio é simples: quando pensamos em recursos, a maior parte deles é infinito, mas isso não se aplica ao tempo.

Por exemplo, dinheiro é um recurso infinito, já que pode ser perdido ou recuperado. O mesmo acontece com os recursos humanos. Mas quando nos referimos ao tempo, falamos de um recurso absolutamente finito e que jamais pode ser recuperado. Assim, por mais que pensemos fazer uma boa administração do tempo, jamais poderemos contar com mais de 24 horas em um dia. E caso tenhamos desperdiçado algumas horas, estas nunca poderão ser recuperadas.

Bem, como o tempo é um recurso limitado, então nossa preocupação deveria ser com nossa energia, que é um recurso infinito. Em outras palavras, é o que fazemos com o tempo que nos torna produtivos, e para fazer algo importante e da melhor forma possível, precisamos ter energia para isso.

Na física, a energia é definida como capacidade de trabalho, e nesse caso não é diferente. Todos enfrentamos oscilações de energia. Há dias em que estamos muito bem dispostos é energizados, e somos capazes de encarar com muita tranquilidade atividades desgastantes. Há outros, porém, em que uma ação simples e corriqueira se torna uma tarefa penosa e cansativa. Mas a vantagem desse processo é que, em todas as fontes, energia sempre pode ser ampliada e renovada.

Que tal então deixarmos de lado por um instante a preocupação em encontrar tempo para as metas de 2017, e focarmos na energia necessária para realizá-las? Se isso faz sentido para você, pegue papel e caneta para implementar novas estratégias às suas resoluções de novo ano. As perguntas abaixo o ajudarão em sua reflexão:

  • O QUE FAZ VOCÊ FICAR PLENAMENTE ENERGIZADO E BEM DISPOSTO PARA PRODUZIR E FAZER O QUE DEVE SER FEITO?
  • O QUE SUGA A SUA ENERGIA? COMO EVITAR ISSO?
  • QUAL É A MELHOR MANEIRA DE GERENCIAR A SUA ENERGIA, CUIDANDO PARA QUE SE MANTENHA EM ALTA, RENOVANDO-A QUANDO NECESSÁRIO E EVITANDO DESPERDÍCIOS INÚTEIS?
  • QUE OBJETIVOS OU NOVOS HÁBITOS VOCÊ PRECISA IMPLEMENTAR EM 2015 PARA AMPLIAR SUAS ENERGIAS E POTENCIALIZAR SUA PRODUTIVIDADE E BEM ESTAR?
  • QUE ESTRATÉGIAS PARA RENOVAR SUA ENERGIA E EVITAR DESGASTES FUNCIONARIAM MELHOR PARA VOCÊ?

 

Este é um tema rico e fascinante, e não pararemos por aqui. Loher e Schwartz descobriram que a energia do ser humano provém de quatro grandes fontes, e que podem ser trabalhadas com técnicas específicas para cada uma.

Gostou desse assunto? Deixe seus comentários sobre esse artigo aqui embaixo, e não perca nossa estratégia de amanhã que abordaremos isso em mais detalhes.

 

Deixe uma resposta